TL;DR: Steve Jobs em seu famoso discurso na universidade de Stanford disse: "Todos devem deixar uma dentada no mundo" - uma ilusão que pode machucá-lo - essa é uma crítica minha ao empreendedorismo

Dentada

“We’re here to put a dent in the universe. Otherwise why else even be here?” (Nós estamos aqui para deixar uma dentada no universo. Caso contrário, por que mais estaríamos aqui?)

-- Steve Jobs

Desde que Steve Jobs falou em seu famoso discurso na universidade de Stanford que deveriamos "deixar uma dentada" no mundo, isso criou uma onda de empreendedores na busca de negócios capazes de radicalmente tranformar o mundo através da tecnologia e inovação.

Eu chamo isso de síndrome Steve Jobs que ataca muitos que estão no movimento de startups que está tão na moda no Brasil.

Nós não somos super-heróis. Nós não precisamos ser.

Perigo de inovar: a demanda

Um dos problemas de empreender com inovação é que na maioria das vezes você está criando um produto (ou serviço) novo e, por consequência, você provalmente também precisa criar a demanda.

Por ser algo novo/inovador, as pessoas desconhecem e talvez nem consigam ter a visão do seu potencial valor, algo que caberá a você provar.

Uma melhor opção talvez seria criar um negócio que atenda uma demanda já existente. Com isso, porém, você irá ter que competir com empresas que já atendem essa demanda. O que eu penso é que talvez os negócios devem buscar melhorar 5% os processos que já existem. Por exemplo, se você conseguir reduzir em 5% o tempo, matéria-prima, custo, seja lá do que, você já está fazendo uma grande inovação.

Perigo de inovar: equilíbrio emocional

Quase ninguém fala sobre isso, e poucos empreendedores são capazes de se auto-avaliar nesse aspecto.

A verdade é que o caminho empreendedor não é para qualquer um.

Já participei de uma programa de aceleração de startups, e falhei incrivelmente.

Empreender requer um equilíbrio emocional absurdo. Alguns programas de aceleração contam com psicólogos para controlar a mente atribulada dos seus jovens empreendedores.

Percebo que muitos empreendedores estão recém saindo da faculdade com uma inteligência cognitiva incrível para inovar, mas com um grande inaptidão emocional para entrar no mundo de negócios. Algo natural para alguém vindo do meio acadêmico. Empreender requer muito mais QE (quoeficiente emocional) do que QI (quoeficiente intelectual) - lembrando que possuímos 8 tipos de inteligência, segundo Gardner.

Essas pessoas acabam tendo de criar resiliência no meio do caminho. Nunca foram preparadas para isso, algumas acabam precisando liderar pessoas, sendo que não possuem esse talento. Não preciso dizer o potencial nível de stress que isso pode gerar.

Meio ambiente

Todos devemos ter uma vida de abundância. Mas não necessariamente uma abundância materialista.

A abundância humana não pode ser justificada levando à escassez dos recursos naturais. E não preciso dizer que isso é um perigo iminente em qualquer negócio que vise lucro.

Nem sempre podemos confiar na sensatez humama.

Auto-suficiência

O homem, por sua natureza egoísta, sempre buscou a auto-suficiência. A Bíblia é muito sábia nesse sentido para mostrar isso (sim, a Bíblia, juntamente com neurociência e psicologia, são todos manuais da ciência do comportamento humano). Caim matou Abel pelo desejo de independência. Sabiamente um pecado no âmbito das relações sociais, uma descrença com a fraternidade nas pessoas.

A tecnologia nada mais é do que uma busca pela independência e auto-suficiência.

Paradoxalmente, nos tornamos cada vez mais dependentes da tecnologia, mas independentes de pessoas. Num mundo onde podemos conversar e se divertir com uma tela de celular, estamos cada vez mais afastadoss de verdadeiras interações sociais. Paradoxalmente, a maçã da Apple representa o fruto proibído da árvode do Éden.

Você pode possuir 562 amigos nas redes sociais e ainda assim estar sozinho.

Tornou-se chocantemente óbvio que a nossa tecnologia excedeu a nossa humanidade.

-- Albert Einstein

Revolução

Empreender pode não ser para você. Porque tanto sacrifício emocional para um incerto retorno financeiro?

Mudar o mundo que nos rodeia é ambicioso demais. Mudar o nosso mundo interno de conflitos e dúvidas já é grandioso. Se você sente realmente prazer em viver, você já está sendo revolucionário.

Esse é a minha opinião para conscientizar especialmente aqueles que estão nessa jornada.

Não se canses para enriquecer. O sucesso material nunca será um verdadeiro sucesso.