Para todos que enfrentam a adicção em jogos (como eu), um pequeno poema, em amor:

Quando jogo sinto prazer
Mas depois me sinto mal, sem poder
Escrevendo estou para repensar
O que passou não vai mais voltar

O real poder está em sonhar
Um sentido na vida que você quer conquistar
Com o jogo você está numa fuga
Sem o jogo você simplesmente se ajuda

Ler, escrever, isso sim é poder
Quando você está limpo não há nada a temer
Por isso afaste o vício
Dando sempre chance a um novo início

A boa vontade vem de dentro
Coloque as boas virtudes no seu centro
Portanto, faça o viver o seu jogo maior
Esta é a virtude que lhe dará o melhor